11
07
“Não há quem queira guerra e seus filhos indo para o exército”, Gal Gadot em entrevista para o Walla

Gal Gadot esteve em Israel no mês passado, 27 de junho, para participar de um evento da Reebok. Como embaixadora da marca, ela apresentou a nova coleção e conversou com a mídia local. O site israelense Walla aproveitou o momento para entrevistá-la em hebraico e vocês podem conferir a tradução abaixo!

“É melhor ser entrevistada em hebraico, estou sempre muito mais animada porque sinto que todos que eu realmente amo, finalmente me verão, então estou terrivelmente cautelosa, mas não há nada como falar na minha língua materna.”

 

Então estamos aqui na loja da Reebok no porto de Tel Aviv. A Mulher-Maravilha correu de casa até aqui, ou você preferiu um táxi pela manhã?
Por causa da onda de calor que está varrendo a Europa, eu acabei de chegar de táxi, mas minha mãe é professora de educação física e nós crescemos assim… Você sabe, o tempo todo, em atividade e movimento, fazendo e correndo e brincando com uma bola.

Gadot, 34, mora em Los Angeles há 10 anos com o marido, Jaron Varsano, e suas filhas, Alma e Maya.

Então, como são as coisas em Hollywood?
Nós temos nossa casa lá com nosso colchão e nossas coisas, então sim, é também uma espécie de lar.

Como membro proeminente da indústria de entretenimento de Hollywood, ela está se acostumando com as atitudes das estrelas de primeira linha, como ela mesma fez nos últimos anos, “fácil, muito rápido!”. Mesmo que os paparazzis em Israel a incomodem mais. “Acho que, em geral, sou mais interessante do que os israelenses, como se todos os lugares fossem documentados, nos Estados Unidos acontece nas temporadas – quando meu filme é lançado, todo mundo está procurando por mim, mas quando estou de folga, tenho a capacidade de relaxar.”

Você é muito orgulhosa da sua nacionalidade diante do mundo. Isso é algum tipo de estratégia?
Não! Se é alguma coisa, é só que recebo muitas mensagens e reações anti-semitas. É apenas quem eu sou e acredito que não temos onde nos esconder ou mentir… Aqueles que amam vão conseguir e é isso.

É algo importante para você explicar Israel ao mundo ou se envolver e participar de todos os tipos de processos que acontecem em Israel?
Israel é importante para mim, muito importante. Em geral, desejo que o nosso país esteja realmente em um bom lugar, e que haja calma, estabilidade, paz e tranquilidade, porque acredito no fim que todas as pessoas querem isso. Não há quem queira guerra e seus filhos indo para o exército, Deus me livre, nós queremos que haja boas coisas aqui. Por isso, tento reforçar essas mensagens, o bem e o desejo de paz e tranquilidade.

Você tem todos os tipos de novos amigos em Hollywood, então algumas pessoas acham que você não deveria manter contato com seus velhos amigos de Israel. O que você vai responder?
O que? Os meus amigos de Israel, são meus amigos de Israel. São minhas irmãs, me conhecem melhor do que ninguém. Nós somos pessoas sociáveis e há espaço para todos. Eu não vou desistir delas, de jeito nenhum.

 

Com informações de Walla e Israelly Cool.

Deixe um comentário!